Buscar
  • O Vaqueiro e suas Raízes

Poucas e boas: matéria do jornal A Tarde

Atualizado: Set 20

Termina hoje a programação para levantamento de dados em campo do projeto ‘O vaqueiro e suas raízes’ em Feira de Santana, onde a equipe multidisciplinar está desde o dia 25 de janeiro. O grupo é composto por pesquisadores, historiadores, fotógrafos, cinegrafistas e produtores culturais, que, além de Feira, já passou por Pé de Serra, Curaçá e Lagoa Real, com previsão de iniciar em Pedrão no dia 1º de fevereiro, permanecendo uma semana em cada município. A iniciativa é da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo de Passeio e Esporte (ABCCPE), que visa dar visibilidade à figura do vaqueiro, cujo ofício tem o reconhecimento como Patrimônio Imaterial do Estado da Bahia desde agosto de 2011. A proposta é formar um banco de dados para produção de um livro impresso, um videodocumentário e um portal, além de subsidiar publicações em redes sociais. O trabalho tem apoio financeiro da Secretaria estadual de Cultura, do IPAC e do Programa Aldir Blanc Bahia/ Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, com previsão de lançamento do material consolidado no dia 23 de abril.


Outro evento cultural em Feira de Santana acontece amanhã com shows das artistas feirenses Juli e Isa Roth, transmitidos a partir das 20h no canal do Youtube da Sertões, como parte da primeira parte da segunda edição do evento ‘Segunda Sonora’. Nesta segunda-feira será realizada também uma roda de conversa, a partir das 13h30 sobre “A cultura entre dois mundos: racialismo cultural e cultura anti-racialista”, com o produtor cultural, antropólogo e mestre em Ciências Sociais (UFRB), Valdir Alves.


Fonte: Jornal A Tarde

2 visualizações0 comentário